Comarca de Videira destina recursos ao Hospital Santa Maria para enfrentar pandemia

Share Button

A comarca de Videira, no Meio-Oeste, liberou mais de R$ 11 mil para que o Hospital Santa Maria possa comprar equipamentos de proteção individual usados no enfrentamento da pandemia ocasionada pelo coronavírus. Os recursos são resultantes do cumprimento de penas de prestação pecuniária, transação penal e suspensão condicional do processo. A decisão pela liberação dos valores é do juiz Heriberto Max Dittrich Schitt, titular da vara Criminal.

“ A realidade atual justifica e autoriza a adoção de mecanismos mais céleres a fim de assegurar a destinação de valores para subvencionar a aquisição de itens de primeira necessidade ao combate ininterrupto à COVID-19 que se agravou sensivelmente no Estado de Santa Catarina nos últimos tempos, não sendo distinto, infelizmente, o cenário vivenciado pelo sistema de saúde na comarca de Videira”, pontua o magistrado.

Esse foi o valor estimado pela unidade hospitalar de consumo mensal de materiais descartáveis como máscaras, luvas, avental e toucas, usados para atender os casos de COVID. Os equipamentos serão usados por funcionários, pacientes e acompanhantes. “ Cerca de 90% dos pacientes internados no hospital são de casos leves de COVID. Atendemos diariamente entre 50 e 60 pessoas suspeitas ou com coronavírus. Com o agravamento da pandemia, a demanda por EPIs aumentou, assim como os valores, que podem subir a cada dia”, explica a diretora do Hospital, Genir Bettoni.

Esta não é a primeira vez que a comarca destina recursos para o enfrentamento da pandemia. Ao todo, foram mais de R$ 130 mil. O poder Judiciário catarinense já fez a distribuição de verbas para a compra de equipamentos e insumos no combate à Covid-19 que ultrapassaram a cifra dos R$ 19 milhões. Trata-se do segundo maior volume registrado entre todos os tribunais estaduais brasileiros. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *