Como assim “tá ruim mais tá bão”?

Share Button

Vejo um monte de gente reclamando que está tudo ruim, mas na hora de detalhar o “tudo ruim”, acaba dizendo que no final “tá bão”. Discordo de tudo nestas colocações.

Que está ruim, isto está mesmo e não é mais ou menos ruim. É ruim mesmo.

Tem promessas não cumpridas pelo governo e deputados? Tem e muitas.

Precisa de mais apoio para a região? Sim, precisa e muito.

É por isto que não entendi a torcida de tanta gente para que o deputado Valdir Cobalchini (MDB) não se elegesse. Pois na minha modesta opinião, se tá ruim com Cobalchini e tudo, imagina sem ele.

Ele, Cobalchini, é o nosso representante e sem ele, não tenho dúvidas, as coisas seriam piores, bem piores. O pouco que temos em Caçador e região, invariavelmente, tem as impressões digitais do Cobalchini.

Mas chegará o dia que não teremos Cobalchini, aí esta turma do “contra” que veja se os seus fazem mais e melhor.

Tem razão quem argumentar que Cobalchini não era o único candidato de Caçador e região e que fizeram outra opção. Só não aguento mais, é gente falando mal do Cobalchini e votando em gente do litoral, que não está nem aí para Caçador e região.

Cobalchini está reeleito e agora, cabe principalmente a quem o e reelegeu, cobrar a destinação de recursos para as obras que tanto necessitamos. Tamos juntos nesta missão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *