“Só a Operação Lava Jato não é o suficiente para combater a corrupção no Brasil”

Share Button

A afirmação é do procurador da República e coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, que fechou a programação do SEAD 2018 com a palestra “Ética e a Luta Contra a Corrupção”. Deltan convocou e sensibilizou o público presente no Teatro da UNIARP para assumir o compromisso de refletir em quem votarão nas próximas eleições, independentemente de partido político.

                Deltan Dallagnol afirmou que é preciso avançar com reformas que mudem os incentivos ao sistema político. “A corrupção na esfera federal chega a 5 %, na estadual 10% e na municipal chega a 30%. Precisamos de políticos comprometidos com mudanças”, afirmou. “O Brasil perde cerca de R$ 200 bilhões com esquemas de corrupção por ano. Com este dinheiro poderia se triplicar os investimentos em saúde e educação”.

Deltan também falou sobre a campanha contra a corrupção e divulgou o site: https://unidoscontraacorrupcao.org.br/

                Deltan foi um dos líderes à frente das 10 medidas contra a corrupção, que alcançou apoio de mais de 2 milhões de brasileiros. Se tornou um dos mais novos procuradores da República com apenas 23 anos.

                Acumulou experiência em grandes investigações, passou a dar aulas e treinamentos sobre o combate à macrocriminalidade, escreveu diversos artigos e livros, cursou um mestrado na Universidade de Harvard e se tornou, aos 34, coordenador da força tarefa do caso Lava Jato em Curitiba.

                É um dos protagonistas da equipe que empreendeu um novo modelo de investigação, acusando mais de 280 pessoas por crimes como corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa, muitas delas poderosas, e que vem recuperando mais de 10 bilhões de reais para a sociedade.

                A 1ª Mostra Cultural e o Seminário de Administração 2018 (SEAD) teve ainda apresentação cultural com o cantor lírico Marcos Gustavo Francio e o pianista Maílson Ricardo.

                O evento contou com pronunciamentos de Gilberto Seleme, primeiro vice-Presidente da FIESC, representando as entidades parceiras e do reitor Anderson Antonio Mattos Martins.

                Para marcar a primeira década do SEAD, o professor Almir Granemann dos Reis, coordenador do evento, realizou uma homenagem para os presidentes da UNIARP que viabilizaram a ampliação e marca SEAD.

Foram homenageados: Luis Eugênio Beltrami, Gilberto Seleme, Sandoval Caramori,  Auri Marcel Baú  e Neoberto Geraldo Balestrin. As placas de homenagens foram entregues pelos empresários Augusto Francio, Moacir José Salamoni (presidente da ACIC), João Maquiavelli, Lire Tesser e Neimar Zapalai.

                O SEAD 2018 e a Mostra Cultural integram a programação do terceiro Festival Gastronômico de Caçador realizado pelo Núcleo de Gastronomia de Caçador da Associação Empresarial de Caçador (ACIC). O evento também tem a participação das Artesãs de Caçador que estiveram expondo seus trabalhos no hall de entrada do Teatro.

O evento

O SEAD é um evento referência na região em função do alto nível dos palestrantes e atrações culturais. Tem a participação de acadêmicos, professores, colaboradores de empresas e líderes empresariais.

A 1ª Mostra Cultural e o Seminário de Administração 2018 é uma realização da Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura e Governo Federal, com produção da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe, Sanson Projetos – Ponto de Cultura Solidária. Conta com apoio e parceria dos cursos de Administração e Ciências Contábeis, Empresa Júnior, Prefeitura de Caçador, Conselho Regional de Administração (CRA), Associação Empresarial de Caçador (ACIC), Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Associação das Micro e Pequenas Empresas (AMPE), Associação de Mulheres Profissionais e de Negócios (BPW), Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (FACISC), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e Associação Catarinense de Imprensa (Casa do Jornalista).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *