Sitrivest esclarece aos trabalhadores quanto à convenção coletiva

Share Button

Após boatos de que o Sitrivest teria fechado a convenção coletiva deste ano com o reajuste de 2%, o presidente da entidade, Valmor de Paula, esteve na manhã desta sexta-feira (25), conversando com os trabalhadores na entrada da empresa Viposa.

Segundo ele, no dia 17 de novembro o Sitrivest e o Sindicato Patronal realizaram a terceira rodada de negociação, mas não chegaram a um acordo. Valmor informa que a proposta Patronal refere-se apenas ao repasse do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que não chega a 2%. Além disso, houve o pedido para a retirada de quatro cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho, o que não foi aceito.

 “Havia este comentário na fábrica e por este motivo fomos até a entrada da empresa esclarecer os fatos aos trabalhadores, dizer a eles que não fechamos o acordo com este índice de reajuste e muito menos aceitaremos a retirada de se quer um direito dos trabalhadores”, disse.

O Presidente declara ainda que o dissídio coletivo (ações ajuizadas no Tribunal para solucionar conflitos entre as partes coletivas que compõem uma relação de trabalho) já foi ajuizado com a proposta defendida pelos trabalhadores de reajuste de 6% e a reposição salarial referente aos 100% do INPC. Casa não haja um acordo entre os Sindicatos, pretende-se esperar a decisão da Justiça.

“Se for para tirar qualquer direito do trabalhador o Tribunal que se manifeste, mas não com o nosso consentimento. Jamais vamos compactuar com isso e por esse motivo buscamos esclarecer os fatos”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *