Economia 

Regional da FIESC no Seminário Internacional de Educação

Share Button

Uma educação que favorece o pleno desenvolvimento do estudante precisa de professores que apresentem habilidades como empatia, reconhecimento e colaboração. A formação do docente para a educação do século 21 foi discutida entre especialistas dos Estados Unidos, Finlândia e Singapura, no Seminário Internacional de Educação promovido pela FIESC dia 26 de outubro em Florianópolis. Entre os principais desafios do professor estão as questões multirraciais, multiculturais e multiétnicas, que diversificam a sala de aula e não podem ser ignoradas.

Cerca de 40 pessoas, entre representantes de entidades e integrantes da Câmara Regional da Educação da Vice-Presidência Regional Centro-Norte da FIESC participaram do evento.

“Professor que desempenha seu papel por vocação e com amor, inspira o seu aluno a desenvolver-se integralmente”, afirmou o presidente da FIESC, Glauco José Côrte. “Se queremos melhorar a qualidade de ensino temos que melhorar a qualidade do professor. O que o professor deve ensinar, qual a técnica que deve ser utilizada, como atrair e captar a atenção dos jovens para que entendam que a educação faz sentido para a sua vida são algumas das questões abordadas no seminário”, acrescentou.

 

Homenagem

Os Jovens embaixadores do Movimento Santa Catarina pela Educação receberam ao final do evento uma homenagem pelo trabalho realizado durante o Workshop Conexão Jovem, que reuniu mais de 3,7 mil jovens em 16 eventos simultâneos em todas as regiões do Estado no dia 16 de setembro. O evento visou a coletar impressões desse público para elaborar o documento O olhar do jovem sobre a educação catarinense.

 

Gestão escolar

Durante o encontro, o Conselho de Secretários de Educação (Consed) realizou a entrega do Prêmio Gestão Escolar às escolas vencedoras. Este ano, a iniciativa contou com o apoio da FIESC, por meio do Movimento SC pela Educação, e da Undime-SC. O objetivo do prêmio é estimular a prática de uma gestão escolar eficaz e democrática, focada nos resultados da aprendizagem do estudante. Além disso, a iniciativa promove a cultura da autoavaliação e incentiva a melhoria contínua da gestão.

Posts Relacionados

comente